quinta, 29 de outubro de 2020
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Tubarão
24 ºC 16 ºC
Esporte
17/10/2020 13h50

FIFA 21 vale a pena? Prós e contras antes de comprar o novo game

Jogo possui boas novidades, mas a ausência de demo e o alto preço podem afastar jogadores
FIFA 21 vale a pena? Prós e contras antes de comprar o novo game
FIFA 21 é o jogo mais recente da série de simulares de futebol da Electronic Arts. Com lançamento em 9 de agosto para PlayStation 4 (PS4), Xbox One, PC (Steam e Origin) e Nintendo Switch, o game trouxe novidades como melhorias na jogabilidade e nos gráficos, além de novos recursos nos modos de jogo. O título também entregará de graça uma versão melhorada para PlayStation 5 e Xbox Series X/S, caso o comprador migre para a nova geração de consoles.


Do outro lado, o simulador de futebol está com um preço bastante alto e não possui demo, o que gerou reclamação dos jogadores. Pensando nisso, o TechTudo preparou uma matéria apontando os principais prós e contras que devem ser levados em consideração antes de comprar o novo game. Veja, a seguir, se FIFA 21 vale a pena.


PONTOS POSITIVOS

Melhorias na jogabilidade

De acordo com a EA, o novo game possui a “jogabilidade mais inteligente do FIFA até agora”. O trabalho de melhoria na gameplay trouxe ao jogador mais formas de ser criativo com e sem a bola. Para isso, cinco aspectos foram inclusos no jogo: Condução Ágil, Personalidade de Posicionamento, Corridas Criativas, Sistema de Colisão Natural e Fundamentos do Futebol.


A “Condução Ágil” gera mais possibilidades de movimentos diferentes em situações mano a mano contra um defensor adversário. Além de dribles, novas jogadas de corpo foram adicionadas. Já no caso da “Personalidade de Posicionamento”, a melhoria do jogo foi em relação à inteligência artificial de atacantes, fazendo com que eles segurem a corrida para não entrar em impedimento, por exemplo.


As “Corridas Criativas” oferecem novos controles no arranque dos jogadores. O “Sistema de Colisão” melhorou os impactos e tornou mais natural os choques entre atletas. Por último, o recurso “Fundamentos do Futebol” melhorou a inteligência artificial de passes, bloqueios, tempo de reação e cabeceios manuais dos futebolistas virtuais.


Novos recursos nos modos de jogos

Os modos de jogo, que já eram populares, também ganharam novidades interessantes em FIFA 21. O Ultimate Team possui novos jeitos de jogar, entre eles o Co-op no FUT, que permite ao usuário se juntar a um amigo para encarar outros jogadores (sozinhos ou em duplas). As opções de personalização foram multiplicadas, e agora é possível escolher um apelido para o time, além de criar visuais exclusivos de uniformes.


A EA também mexeu no gerenciamento das equipes, possibilitando aos jogadores escolher entre passar mais tempo administrando a equipe ou jogando as partidas. Já as novidades do Modo Carreira envolvem recursos como simulações interativas de partidas, aprimoramento do desenvolvimento dos jogadores, ritmo de jogo e treino ativo, planejamento do calendário, melhoria na inteligência artificial dos adversários e novas opções de transferência.


Em relação ao Futebol Volta, homenagem ao antigo FIFA Street, há 21 novos jeitos de jogar: agora, com novos campos, uma partida pode ser situada em São Paulo, por exemplo. Além disso, um outro destaque de modo de jogo que vale a pena comentar é a inusitada coleção exclusiva de peças desenhadas e desenvolvidas pelo lateral espanhol Hector Bellerin, jogador do Arsenal.


Versão garantida para a nova geração de consoles

Assim como foi com The Witcher 3 e outros games da Microsoft com o sistema “Smart Delivery”, os compradores de FIFA 21 ganharão uma atualização sem custo caso migrem para os consoles de nova geração. Ou seja, quem comprar uma cópia do jogo agora, para PS4 ou Xbox One, poderá baixar em sua respectiva plataforma de sucessão uma versão melhorada do game.


A EA chama esse sistema de “Direito Duplo” e explica que o jogo estará disponível assim que os novos consoles forem lançados, em novembro. O usuário poderá resgatar sua cópia até o lançamento do FIFA 22, e todo o progresso do jogo na plataforma atual poderá ser transferido para os videogames de próxima geração. A empresa também pontua que a atualização do título aproveitará todo o potencial das novas máquinas.


“Novas inovações reveladas pela força do PlayStation 5 e do Xbox Series X, como, entre outras, os tempos de carregamento ultrarrápidos, iluminação e renderização diferidas, tecnologia de animação melhorada e humanização sem a bola, vão levar o maior jogo do mundo do visual para o visceral, possibilitando uma sensação superior toda vez que pisar no gramado”, disse a EA.


Versão garantida para a nova geração de consoles

Assim como foi com The Witcher 3 e outros games da Microsoft com o sistema “Smart Delivery”, os compradores de FIFA 21 ganharão uma atualização sem custo caso migrem para os consoles de nova geração. Ou seja, quem comprar uma cópia do jogo agora, para PS4 ou Xbox One, poderá baixar em sua respectiva plataforma de sucessão uma versão melhorada do game.


A EA chama esse sistema de “Direito Duplo” e explica que o jogo estará disponível assim que os novos consoles forem lançados, em novembro. O usuário poderá resgatar sua cópia até o lançamento do FIFA 22, e todo o progresso do jogo na plataforma atual poderá ser transferido para os videogames de próxima geração. A empresa também pontua que a atualização do título aproveitará todo o potencial das novas máquinas.


“Novas inovações reveladas pela força do PlayStation 5 e do Xbox Series X, como, entre outras, os tempos de carregamento ultrarrápidos, iluminação e renderização diferidas, tecnologia de animação melhorada e humanização sem a bola, vão levar o maior jogo do mundo do visual para o visceral, possibilitando uma sensação superior toda vez que pisar no gramado”, disse a EA.


PUBLICIDADE
PONTOS NEGATIVOS 

Poucos avanços nos gráficos

Normalmente, durante o período de transição entre gerações de consoles, os desenvolvedores já sabem como exigir o máximo da geração que será substituída. No cenário atual, os jogos para PlayStation 4 e Xbox One já atingiram seus ápices no quesito gráfico, e, em relação ao FIFA, a série parece ter alcançado seu limite também.


Isso fica nítido em FIFA 21: a evolução gráfica do game foi muito sutil em relação ao seu antecessor.Apesar de possuir melhorias pontuais na iluminação e no visual de jogadores, principalmente os mais famosos, é muito difícil perceber qualquer melhoria visual no jogo.


Preço alto

FIFA 21 chegou ao mercado com um aumento de 25% no seu preço, em comparação com o título anterior da série. Enquanto FIFA 20 foi lançado por R$ 239 em sua versão padrão, a versão mais recente do jogo está custando R$ 299. Uma das principais explicações para esse valor é a alta do dólar, que há algum tempo é comercializado acima de R$ 5.


Para assinantes do serviço EA Play, FIFA 21 está com 10% de desconto. As versões especiais do jogo, Edição dos Campeões e Edição Ultimate, estão ainda mais salgadas, custando a partir de R$ 399 e R$ 499, respectivamente. O preço do game acabou virando motivo de piada, com diversas reclamações na internet. De maneira bem humorada, usuários de redes sociais chegaram a questionar se o atacante Neymar viria junto com o game.


Jogo não tem demo

Pela primeira vez nessa atual geração de videogames, um jogo da série FIFA foi lançado sem demo. A EA anunciou essa decisão em 21 de setembro e justificou dizendo que o foco dos desenvolvedores estava em “entregar uma experiência completa do jogo para os consoles dessa geração e da próxima”.


As demos dos jogos eletrônicos são boas oportunidades para conferir os detalhes antes de investir um bom dinheiro no produto completo. Sem essa possibilidade, não há nenhuma forma do usuário testar FIFA 21 para saber se vale ou não a pena comprar o game.


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia