sexta, 19 de abril de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Geral
13/06/2019 13h07

Bolsonaro defende Moro e chama vazamentos de “invasão criminosa”

Presidente se colocou no lugar do ministro e disse que se vazassem seus áudios seria duramente criticado: "igual na campanha".
Bolsonaro defende Moro e chama vazamentos de “invasão criminosa”
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou a defender o ministro da Justiça, Sergio Moro, e disse, nesta quinta-feira (13), que a atuação do ex-juiz na Lava Jato não tem preço e que ele foi responsável por derrubar todo o esquema de corrupção que estava presente no Brasil. A declaração é um“O que ele fez não tem preço, ele realmente botou pra fora, mostrou as vísceras do poder, a promiscuidade do poder no tocante à corrupção. A Petrobrás quase quebrou, os fundos de pensões quase quebraram, e o próprio BNDES”, afirmou. Bolsonaro aproveitou para disparar contra o ex-presidente Lula. Segundo Bolsonaro, os bancos públicos sofreram desvios de mais de R$ 400 bilhões, que teriam sido entregues a “companheiros comunistas” e amigos do ex-presidente. Além disso, o chefe do Executivo disse que Moro já faz parte da história do Brasil e se colocou no lugar do ministro, ao dizer que também seria julgado erroneamente caso tivesse áudios pessoais vazados. “Ele faz parte da história do brasil. Se vazar um áudio meu aqui, tem muitas brincadeiras que eu faço com colegas meus que vão me chamar de tudo aquilo de novo que me chamavam durante campanha”, defendeu. Bolsonaro chamou os vazamentos das mensagens de “invasão criminosa” e afirmou que a veracidade das conversas devem ser estudadas. Fonte: Metropoles
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.