quarta, 24 de fevereiro de 2021
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Tubarão
ºC ºC
Geral
19/01/2021 14h54

Fake News: informação de que casal estaria tentando sequestrar crianças em Tubarão é falsa

O casal vende rifas para ajudar uma criança de Laguna. Um boletim de ocorrência está sendo registrado contra as difamações propagadas nas redes sociais
Fake News: informação de que casal estaria tentando sequestrar crianças em Tubarão é falsa

Nesta terça-feira, 19, uma denúncia de que um casal estaria passando nas casas para sequestrar crianças no bairro São Clemente, em Tubarão, repercutiu nos grupos de mensagens e nas redes sociais. Dezenas de pessoas compartilharam a imagem de câmeras de monitoramento, que mostra um homem e uma mulher com um veículo palio bordô alegando que eles seriam possíveis sequestradores.  

O caso repercutiu e a polícia militar foi acionada para verificar a situação. De acordo com o comandante do 5º Batalhão da PM, tenente-coronel Vilson Sperfeld, a informação é falsa. “Os suspeitos são vendedores de rifa e estão autorizados. Inclusive a pessoa que ligou para o 190 retornou a ligação informando que estava tudo bem”, explica. Ele complementa que, apesar da informação não proceder, “é importante que a comunidade sempre informe a Polícia Militar quando perceber algo estranho”, orienta.



Vendedores apoiam campanha em prol de criança com síndrome rara

Após o compartilhamento de mensagens sobre o casal que poderia ser sequestrador de crianças, Lucimar Daniel Cesar Couto, tomou conhecimento e rebateu as críticas e difamações. Ela é mãe de Enzo Coito Daniel, que tem diagnóstico de síndrome de Sturge-Weber – doença que afeta os pequenos vasos sanguíneos.

 O casal acusado de sequestro apoia a causa de Enzo e tem autorização em cartório para venda de rifas. Diante dos boatos e das falsas acusações, o casal acusado e os pais da criança registraram um boletim de ocorrência contra as páginas no Facebook que divulgaram a ação e contra os demais perfis que continuam compartilhando o fato. "Estamos aqui na delegacia e vamos processar essas pessoas que estão divulgando. Estamos recebendo ameaças de pessoas e só aceitamos fazer essa campanha pra ajudar a família", relata um dos envolvidos, que faz parte do grupo AME - Unidos por uma causa. O grupo faz campanhas beneficentes há mais de cinco anos na região.



A síndrome

 É caracterizada por uma marca no rosto chamada mancha vinho do porto, crescimento excessivo dos vasos sanguíneos (angioma) nos tecidos que recobrem o cérebro, ou ambas as coisas. Este distúrbio pode causar convulsões, fraqueza, incapacidade intelectual e elevação da pressão em um olho (glaucoma) e pode aumentar risco de acidente vascular cerebral. 

PUBLICIDADE
Uma das pessoas acusadas de fazer parte do grupo que estaria abordando as casas fez um esclarecimento em sua rede social:

Pessoal venho pedir encarecidamente que me ajudem a divulgar esse fake News sobre uma pessoa integra trabalhadora e honesta sei q estamos passando por momentos difíceis mas o q ela fez denegrir a imagem de uma pessoa integra que estava em uma ação social para ajudar o próximo com isso tudo só causou mal a essa jovem e seu grupo devemos pensar antes de agir para não fazer um ato de má Fé Criminoso pois essa jovem vai procurar seus direitos com toda a razão...

 Pessoal precisamos de mais consciência amor próximo. FIQUEM COM DEUS

Palavras da jovem 

Então boa noite pessoal eu sou a Letícia faço parte de uma ação social vim aqui explicar um pouquinho de tudo que tá acontecendo durante esses dois dias o que acontece tem uma pessoa aí da região de Laguna não sei quem é ela tá denegrindo a minha imagem dizendo que eu e a minha equipe estamos passando de carro e sequestrando crianças o que que acontece ela falou várias coisas fez um fake News isso tudo que ela tá falando realmente não foi desse jeito ela disse que eu chamei o bebê dela e quis botar dentro do carro não foi assim, a gente chamou essa pessoa no portão eu não lembro quem foi peguei pq quando a gente trabalha em ação social agente aborda várias pessoas pedindo doações de alimentos e arrecadoes essa nossa empresa é legalizada nossa ação social ela é tudo autenticada no cartório para não acontecer esse tipo de problema né só que eu abordei ela e disse assim boa tarde eu falei sobre nossa acao social expliquei a campanha dessa criança que é uma criança que a gente ajuda né ela tem paralisia e o que que acontece expliquei para ela a gente não tinha feito nenhuma rifa a gente fala pedindo doações é esporadicamente ajudava Quem queria e ela disse que não eu acho não lembro e eu não ajudei no que eu virei as costas fui fiz a minha campanha certinha o guarda conversou com nós que eles estavam no caso laguna tubarão farol Eles são muito fechados né eles estao em meio a sequestros associaram a nossa equipe como sequestrados só que nenhum momento ela deveria ter feito fake News fazer isso não foi legal compartilhado foi mais 800 compartilhamentos eu sou uma q pessoa q trabalho eu sou professora pq devido a pandemia eu não consegui emprego né então tive que trabalhar nessa ação social pelo menos para não ficar parada aí uma pessoa expos a minha cara nas rede sociais eu não vou conseguir mais serviço por conta dela ter me defamado né ela mentiu mentiu mesmo tudo que ela ccolocou ali foi tudo mentira quem me conhece sabe só uma pessoa que sabe todo dia cedo vou trabalhar eu nunca fiz Mal a ninguém tudo que ela fez ela denegriu minha imagem Mas medidas serão tomadas né Porque em nenhum momento ela poderia falar o que ela falou né ainda mais lá tem foto do meu rosto. NAO SOMOS SEQUESTRADORES SOMOS PESSOAS DE BEM QUERENDO AJUDAR UM ANJO QUE TEM PARALESIA.


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia