quinta, 23 de maio de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Geral
19/03/2019 16h30

No país: Mulher que abandonou filha recém-nascida é colocada em liberdade

A criança é a sexta filha da mulher, que foi presa em flagrante na tarde de segunda-feira, por abandono de incapaz.
No país: Mulher que abandonou filha recém-nascida é colocada em liberdade
A mulher de 36 anos acusada de abandonar a filha recém-nascida em um canteiro de flores, na Candangolândia, durante o fim de semana, está em liberdade. Em audiência de custódia realizada na manhã desta terça-feira, (19), a juíza substituta Flávia Pinheiro Brandão Oliveira considerou que, apesar da gravidade, o crime praticado não possui pena máxima superior a quatro anos. A magistrada também ressaltou que a suspeita não possui condenação por crimes e a prisão não garante nenhuma medida protetiva de urgência. Apesar da liberdade, a juíza determinou que a acusada não pode sair do Distrito Federal por mais de 30 dias nem mudar de endereço sem comunicar a Justiça. "Não estão preenchidas as condições de admissibilidade da prisão preventiva, devendo a autuada ser colocada em liberdade. Para tanto, serão fixadas medidas cautelares diversas da prisão, as quais se mostram adequadas à situação em análise", considerou a magistrada. A mulher mora em um lote com duas casas no Riacho Fundo. A avó da bebê vive em uma das residências e a suspeita disse à polícia que a mãe não tinha noção da gravidez. A criança é a sexta filha da mulher, que foi presa em flagrante na tarde de segunda-feira, por abandono de incapaz. Maria Flor A menina nasceu com 34 centímetros e 2,945kg, de acordo com a Secretaria de Saúde. Ela ganhou o nome de Maria Flor pelos bombeiros que a resgataram. A criança foi diagnosticada com pneumonia e desde domingo está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal do Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib) em estado grave. Os bombeiros a localizaram por volta das 9h30 de domingo (17/3), com um pequeno sangramento no cordão umbilical, dificuldade respiratória, tremores e formigas pelo corpo. Maria Flor tem irmãos de 8, 12, 17 e 20 anos – sendo que este último não mora com a mãe. "Fiquei desesperada. Estou desempregada e tive medo que não conseguir manter meus filhos. Eu a deixei lá (no canteiro de flores) com a intenção que alguém cuidasse dela", contou a mãe, em entrevista ao Correio, após ser presa por policiais da 11ª Delegacia de Polícia (Núcleo Bandeirante). Fonte: CB
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.