sexta, 12 de julho de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Geral
28/03/2019 21h45

(Vídeo) Mãe pede ajuda para filho que sofre bullying e precisa de cirurgia em Jaguaruna

Pequeno Alefe, de 7 anos, sofre com apelidos na escola em função do tamanho de suas orelhas. Mãe faz campanha para arrecadar recursos para otoplastia – que corrige o problema.

Crianças podem ser muito cruéis umas com as outras, especialmente quando uma delas é um pouco diferente das demais. Algo muito comum é a criança ter as chamadas “orelhas de abano” e acabar sendo alvo de apelidos e de bullying entre os coleguinhas. E sabemos como a autoestima, ou melhor, a falta dela, pode afetar toda uma vida. O pequeno Alefe John alves de Oliveira, de 7 anos, sofre na “pele” o preconceito dos amigos em função do tamanho de suas orelhas. A mãe Daniele Alves relata que diariamente ele chega da escola, triste, e relata o que os “amigos” falaram. As constantes brincadeiras de mau gosto incentivaram a mãe a iniciar uma campanha para que o menino faça um procedimento cirúrgico que pode melhorar sua autoestima. “A pior coisa para uma mãe é ver seu filho sofrendo, ainda mais com apelidos. É angustiante. Ele vai na frente do espelho e puxa as orelhinhas repetindo o que os colegas dizem, que ele parece um macaco, e começa a chorar. Não temos mais palavras que mudem a concepção dele”, relata. Ela conta que chegou a pedir ajuda na prefeitura de Jaguaruna, onde mora, e que o filho também está na fila do Sistema Único de Saúde (SUS) para passar por uma otoplastia – que corrige o problema. No entanto, a demora na fila de espera angustia cada dia mais o menino e a mãe apela por apoio nas redes sociais para arrecadar recursos para pagar a cirurgia que custa, em média, R$ 8 mil. “Resolvi por conta própria pedir ajuda. As pessoas podem contribuir com qualquer valor. Não tenho como pagar, pois, o valor é muito. Antes que venham perguntar, sim, trabalho, pago aluguel, e infelizmente não tenho de onde tirar. Eu como todas mamães, tomo as dores do meu filho”, detalha Daniele em apelo nas redes sociais. Os interessados em colaborar com a campanha podem entrar em contato com a mãe, Daniele, por meio do telefone (48) 99112-6624.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.