terça, 26 de maio de 2020
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Tubarão
22 ºC 11 ºC
Geral
18/05/2020 11h45

Protetoras iniciam petição para internação compulsória de abusador de animais em Tubarão

Elas iniciaram uma campanha para colher assinaturas. A petição será encaminhada à polícia. O suspeito já é conhecido pela prática de abuso e maus-tratos a animais e foi preso em flagrante neste fim de semana
Protetoras iniciam petição para internação compulsória de abusador de animais em Tubarão

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Crimes Ambientais de Tubarão, prendeu, neste fim de semana, um homem de 75 anos suspeito de praticar maus-tratos a animais por meio de relações sexuais.  

Ele já era bastante conhecido dos policiais civis da Divisão, pois, há anos, a unidade recebe denúncias de prática ilícita por parte do suspeito.


Após coleta de informações, a equipe se dirigiu até o endereço próximo à casa do suspeito e obteve êxito em flagrá-lo mantendo relações sexuais com uma ovelha (foto) próximo à via pública. O animal, que estava com as quatro patas amarradas e com ferimentos nas partes genitais, foi resgatado pela Unidade de Vigilância de Zoonoses para os devidos tratamentos.


O homem ainda desacatou os agentes e danificou a viatura policial, tendo sido autuado em flagrante pelos crimes de maus tratos, ato obsceno, dano qualificado e desacato. Ao final, foi encaminhado ao Presídio Regional de Tubarão.

PUBLICIDADE
Petição por internação compulsória 


As protetoras de animais Débora Claudino e Patrícia Mota de Tubarão, afirmam que o homem é conhecido no bairro São João Margem Direita por essa prática. Elas já resgataram alguns animais vítimas de abuso sexual praticado por ele e decidiram iniciar uma campanha para coibir esse tipo de crime por meio de uma petição por internação compulsória.


O documento eletrônico precisa de no mínimo cinco mil assinaturas para ser encaminhado à polícia. “Precisamos que esse ser seja retirado de sociedade imediatamente, pois, além de maus-tratos aos animais, ele é violento, desequilibrado e anda nu nas ruas”, comentam.


Débora Claudino diz que homem já está solto e acredita que em breve fará novas vítimas animais. Na casa da protetora vive a cachorra Dory, (foto) que foi abandonada até que descobriram que estava trancada na casa desse abusador de animais. “Chamamos a polícia que retirou a cachorra de lá. Nós adotamos ela e já está tratada e castrada”, conta.


Os interessados em assinar a petição pode acessar o link


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia