domingo, 17 de novembro de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Segurança
09/11/2019 16h08

Na Região: Médico é indiciado por crime de importunação sexual em Forquilhinha

Crime aconteceu neste ano e mais mulheres podem ter sido vítimas em Criciúma e região
Na Região: Médico é indiciado por crime de importunação sexual em Forquilhinha
Um médico oncologista foi indiciado pela Polícia Civil de Forquilhinha pelo crime de importunação sexual. O caso ocorreu neste ano e as investigações, coordenadas pelo delegado Ricardo Kelleter, duraram cerca de um mês.


 

Por se tratar de um crime sexual, o processo corre em segredo de justiça e existe a possibilidade de mais mulheres terem sido vítimas do mesmo médico, só que em outros consultórios em Criciúma e região. Após o indiciamento, o inquérito é encaminhado ao Fórum para apreciação do promotor de justiça. Caso ele considere elementos suficientes para denúncia, então abre-se uma ação penal. 

PUBLICIDADE
“A investigação em Forquilhinha foi concluída e remetida ao Poder Judiciário. Houve crime de importunação sexual e ele foi indiciado. Aconteceu em Forquilhinha e pode ter ocorrido em Criciúma e região. Temos a ciência que ele foi denunciado no ano passado, por fato semelhante, pelo Ministério Público em investigação da Dpcami (Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso) de Criciúma”, explica Kelleter.


 

O crime de importunação sexual está previsto no artigo 215-A da Lei nº 13.718, de 24 de setembro de 2018, e prevê pena de um a cinco anos de reclusão, no entanto, pode se agravar caso seja comprovada ação contra outras vítimas. O médico responderá em liberdade.


As pessoas que se sentirem vítimas de importunação sexual podem fazer denúncias à Polícia Militar, no telefone 190, ou diretamente na Delegacia de Polícia Civil ou Dpcami.




Fonte: Engeplus.
HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia