domingo, 20 de junho de 2021
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Segurança
14/05/2021 11h55

Delegado esclarece motivação do autor do atentado em creche no Oeste de SC

Crime aconteceu no dia 4 de maio
Delegado esclarece motivação do autor do atentado em creche no Oeste de SC
Em live transmitida na manhã desta sexta-feira, 14, o delegado da Polícia Civil, Jerônimo Ferreira, esclareceu alguns pontos sobre o atentado ocorrido no dia 4 de maio na creche Aquarela, em Saudades, no Oeste do estado.


De acordo com ele, o motivo do crime cometido por Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, foi por um sentimento de ódio generalizado.


O delegado, responsável pelas investigações, conta que “ele já era isolado e foi se isolando cada vez mais. Ao ter contato com ideias e materiais violentos ele começou a ter sentimentos ruins e os alimentou ao ponto de resolver descarregar isso em alguém. O ódio não era contra alguém específico”.


Crime premeditado


“Naquela manhã, ele foi trabalhar normalmente, saiu do intervalo e foi pra casa. Depois foi até a creche por volta de 9h50. Ele estava consciente o tempo todo e tudo foi planejado. Ele tinha consciência do que ele fez foi errado. Isso mostra o total discernimento”, relata Ferreira.


Sobre o perfil de Fabiano, também foram dados alguns detalhes sobre sua vida pessoal. Segundo o delegado, ele era isolado e tinha dificuldade de relacionamento em um nível muito acima do normal. “Ele não jantava com a família. Se precisasse comprar uma roupa, pedia pra mãe”, exemplifica.

PUBLICIDADE
Armas brancas

Entre as informações transmitidas na live, a polícia investigou que o assassino tentou adquirir armas de fogo antes de comprar as armas brancas.


Fabiano tentou adquirir armas de fogo para cometer o atentado na escola que estudava, mas não conseguiu, informa o delegado.


“Ele achou que não ia dar conta de enfrentar os rapazes com uma arma branca. Isso mostra que ele foi ainda mais covarde, pois não se garantia. Então logo pensou: ‘vou descontar essa raiva em pessoas que não fizeram nada comigo’, disse Ferreira.


“Ele estava com pressa de matar o máximo número de pessoas possível”.


De acordo com Jerônimo, ele comprou as armas brancas cinco dias antes do atentado, agiu sozinho e estava com pressa de matar o máximo número de pessoas possível.


Ferreira destaca que o jovem deve ser responsabilizado pelos crimes que cometeu. Ele informa que o autor foi indiciado cinco homicídios triplamente qualificado e uma tentativa triplamente qualificada.

PUBLICIDADE
Relembre o caso


Na manhã de terça-feira, 4 de maio, o jovem de 18 anos Fabiano Kipper Mai, invadiu a escola Aquarela, e matou três crianças, duas profissionais e deixou uma criança ferida, em Saudades, no Oeste do estado.


Após o crime, ele tentou tirar a própria vida. O autor ficou internado até quarta-feira, 12, quando recebeu alta do Hospital Regional do Oeste, em Chapecó.


Fonte: O Município.


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia