terça, 24 de maio de 2022
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Segurança
16/01/2022 20h22

Ex-prefeito de Criciúma, Márcio Búrigo é detido após perseguição

Márcio Búrigo teria realizado uma ultrapassagem perigosa em Jaguaruna e Polícia Militar foi acionada

O ex-prefeito de Criciúma, Márcio Búrigo, do PL, foi detido pela Polícia Militar na tarde deste domingo, 16,  por realizar ultrapassagem perigosa na SC-100, estrada do Camacho, em Jaguaruna.

Segundo a Polícia Militar, os policiais estavam realizando monitoramento do trânsito, quando pediram para o veículo Ford/Ranger parar. O ex-prefeito não acatou a ordem dos policiais e fugiu.


PUBLICIDADE
Com o apoio do helicóptero Águia 04, o veículo foi acompanhado até uma guarnição de radiopatrulha fazer a abordagem. Segundo a polícia, o condutor apresentava sinais de embriaguez. Márcio Búrigo foi encaminhado para a delegacia de Tubarão para a assinatura de um Termo Circunstanciado.


PUBLICIDADE

A assessoria do ex-prefeito emitiu uma nota no inicio da noite. Confira na íntegra:


“Hoje, um fato resultou em imagens que fizeram com que familiares e amigos de Márcio Búrigo ficassem preocupados com o seu bem-estar.

Primeiramente é necessário tranquilizar a todos e dizer que o Márcio Búrigo encontra-se bem e agradece a preocupação de todos.

Em segundo lugar, para esclarecer o fato, nas imagens Márcio Búrigo foi abordado pela PM e isso aconteceu devido a uma infração de transito. A exaltação veio em seguida por causa do valor da multa recebida.

É de se deixar claro que cumprir a Lei é algo que o Empresário sempre prezou em sua vida e que desta vez não será diferente. A exaltação foi momentânea e na sequência do corrido divulgado em filmagem, o fato já foi esclarecido junto aos PMs e Márcio Búrigo segue com o cumprimento da Lei.”


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.