quinta, 18 de julho de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Variedades
19/11/2023 12h57

No País: Racismo em pedido de pastelaria foi forjado por dono do local, diz polícia

Confrontado por dados obtidos pela investigação, proprietário, que é negro, assumiu que criou a conta e enviou o pedido. Na mensagem, pedia que a entrega fosse feita por entregador branco
No País: Racismo em pedido de pastelaria foi forjado por dono do local, diz polícia
A Polícia Civil do Rio Grande do Sul indiciou hoje (17), por falsa comunicação de crime, o dono de uma pastelaria na cidade de Campo Bom por forjar um caso de racismo contra si próprio.


O que aconteceu


Gabriel Fernandes da Cunha, dono e entregador da pastelaria, criou uma conta falsa no aplicativo e realizou um pedido na própria loja. O caso foi confirmado ao UOL pelo delegado Rodrigo Camara.


No campo de observações, Gabriel teria pedido "por gentileza" que fosse enviado um "motoboy branco" para levar o alimento. O homem chegou a registrar um boletim de ocorrência e divulgou prints nas redes sociais.


Antes do indiciamento, ao falar sobre a denúncia ao UOL, Daniela Oliveira, mulher de Gabriel, afirmou que o "ataque" foi dirigido ao seu marido. A pastelaria do casal é uma franquia do restaurante Hora do Pastel.


O dono do estabelecimento confessou à Polícia Civil, em novo depoimento, que foi o autor do pedido com a observação racista. Ele confessou após ser confrontado sobre os dados obtidos pela investigação da corporação e ainda disse que gostaria de se retratar. Não foi divulgado se ele foi detido.

PUBLICIDADE

Desta forma, a investigação foi concluída e a 'vítima' será indiciada pelo cometimento do delito de falsa comunicação de crime previsto no Código Penal, sendo que o inquérito policial será remetido ao Poder Judiciário nos próximos dias.


Entenda o caso


O caso foi divulgado por Gabriel e Daniela como ocorrido na noite da última terça-feira (14). A loja fica em Campo Bom e 90% de seus pedidos são por delivery.


"Última vez veio um motoboy negro, peço a gentileza que mande um branco, não gosto de pessoas assim encostando na minha comida", escreveu a suposta cliente no campo das observações do aplicativo. Ao UOL, Daniela chegou a dizer que estava "cozinha quando saiu aquela nota, eu li e na hora não entendi muito bem''.


A mulher ainda disse que respondeu a "cliente" pela plataforma. Também entrou em contato com o aplicativo, que forneceu orientações iniciais sobre a denúncia.

PUBLICIDADE


Investigações


O síndico do condomínio informado pela "cliente" disse que o número do apartamento não existe. Disse também que não há nenhuma moradora com o nome que constava na plataforma, segundo a Polícia Civil do Rio Grande do Sul.


A polícia investigou o caso para descobrir a verdadeira autoria do crime. "Se a intenção foi ofender alguém especificamente, responderá pelo crime de injúria racial. Se foi para discriminar um grupo de pessoas em razão da cor da pele, então deve responder por um dos tipos penais de racismo", explicou o delegado Rodrigo Camara, que garantiu tratar o caso como prioridade.


Pastelaria se manifesta 


Rede de pastelaria disse que tomará medidas. Em nota, a rede de pastelaria Hora do Pastel informou que tomará "todas as atitudes punitivas necessárias a qualquer infração ética ou transgressão das boas normas contratuais" caso seja confirmada qualquer prática criminosa do franqueado.


A rede ainda afirmou que jamais compactuou com qualquer desvio de conduta dos franqueados. "Em especial, com assunto tão sério que sensibiliza a toda a sociedade", escreveu.


Por fim, a rede comunicou que irá acompanhar o encaminhamento judicial do caso. Em caso de confirmação do inquérito policial, tomará medidas judiciais contra o franqueado. A empresa não informou quais medidas tomaria.


Durante a repercussão do caso, a rede da pastelaria chegou a prestar solidariedade à franquia gaúcha. ''Tamanha agressão não passará impune'', escreveu.


Com informações de: Uol. 


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.