quinta, 09 de abril de 2020
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Tubarão
21 ºC 11 ºC
Geral
21/02/2020 17h33

Acelera MEI prepara nova edição para este ano e apresenta principais resultados de 2019 em Tubarão

Iniciativa teve 132 microempreendedores inscritos e impactou 75 que chegaram até o final e receberam certificando. Na prática, 45% dos participantes tiveram aumento no número de clientes e 32% apresentaram crescimento no faturamento do seu negócio
Acelera MEI prepara nova edição para este ano e apresenta principais resultados de 2019 em Tubarão
No atual cenário socioeconômico brasileiro, em que a taxa de desemprego vem caindo mas o trabalho informal só aumenta, tornam-se cada vez mais importantes as iniciativas focadas no desenvolvimento do microempreendedor, para estruturação e formalização do seu negócio.

 

Esse é o propósito do Salto: Aceleradora de MEIs, programa idealizado pelo Impact Hub Floripa em parceria com o Cidade Empreendedora, do Sebrae/SC. O programa foi criado para o aprimoramento profissional e pessoal de cada MEI, estimulando suas habilidades empreendedoras e de liderança, o que proporciona crescimento da sua atuação em médio prazo, aumento de renda, geração de novos empregos e, consequentemente, aquecimento da economia.

 

“Nosso trabalho só é possível devido a gestores públicos e a cidades de visão empreendedora, pois entendem que o desenvolvimento socioeconômico local está relacionado à dignidade e à saúde financeira dos microempreendedores individuais”, afirmou Maíra Rodrigues, gestora do Salto no Impact Hub Floripa. Em conjunto com os municípios, o programa identifica quem são esses MEIs interessados em crescer, os engaja e os capacita, contribuindo então para a estruturação de seus negócios.


Em 2019, a iniciativa chegou a oito cidades catarinenses: Florianópolis, Tijucas, Tubarão, Indaial, Rio do Sul, Timbó, Concórdia e Itapiranga. Foram cerca de 900 inscritos, dos quais 589 participaram pelo menos da primeira fase e 381 chegaram ao final. O relatório completo com os resultados do Salto/2019 em Santa Catarina está disponível em: http://bit.ly/relatorioSalto2019

PUBLICIDADE

Impacto em Tubarão 


Em Tubarão, o programa ganhou o nome “Acelera MEI” e contou com total apoio e visão de futuro da prefeitura, deixando sua marca de transformação socioeconômica na cidade. Os microempreendedores participantes mostraram muita vontade de impulsionar seus níveis de crescimento pessoal e profissional e, consequentemente, contribuir para o desenvolvimento do município.


O suporte da prefeitura de Tubarão foi crucial para a execução do Acelera MEI e esse fato foi reconhecido por aqueles que participaram. Os microempreendedores passaram a ter uma visão mais positiva de sua cidade e a vê-la como impulsionadora para seus negócios: 90% consideram que sua prefeitura apoia os MEIs na formalização e na capacitação emocional e técnica; 76% consideram como inovadora ou muito inovadora a prefeitura que apoiou o Salto.


A iniciativa teve 132 inscritos e impactou 75 microempreendedores que chegaram até o final e receberam certificando em Tubarão. A maioria foi de mulheres (67,4%) na faixa de 30 a 39 anos, que nunca tinham feito parte de um projeto como este. Na prática, 42% dos participantes tiveram aumento no número de clientes em comparação com o início e final do Acelera MEI. Como consequência, 32% deles apresentaram um crescimento no faturamento e muitos até tiveram que contratar colaboradores para dar conta de mais demandas, gerando novos empregos na região.


“O programa foi muito importante para mim como empreendedora. Consegui ter novas experiências, novos conhecimentos, novos parceiros. Poder participar do Salto foi engrandecedor, fez muita diferença para o meu negócio e me fez enxergar o meu empreendimento indo muito mais longe”, compartilhou Fernanda Oliveira Boaventura Wensing, participante do Salto em Tubarão.


Lanchonetes, Salões de cabeleireiro e para tratamentos de beleza, agência de viagens, transporte escolar, produção e venda de bolos caseiros, lojinhas de artigos de vestuário e acessórios, comércio varejista, serviços automotivos são alguns dos negócios dos participantes em Tubarão.


91% dos microempreendedores nessa cidade consideram que participar do Acelera MEI foi importante ou muito importante para ganhar visibilidade, reconhecimento e credibilidade em relação a seus negócios. E 87% também consideram que foi uma iniciativa relevante para aceleração dos seus negócios e aumentar sua renda.


Além dos microempreendedores, o Acelera MEI contou com uma rede de mentores voluntários em Tubarão, que guiaram os MEIS oferecendo conteúdo, direcionamento e inspiração. Durante o programa, foram realizados cinco oficinas de capacitação, quatro laboratórios de trocas entre os próprios MEIs e três encontros de mentoria. As principais necessidades dos participantes estavam relacionadas à capacitação e profissionalização do seu negócio e/ou serviço, destacando dificuldades em técnicas de vendas e marketing. Esse foi um dos focos do Acelera MEI em Tubarão.


Em apenas 11 semanas, foram três etapas de aceleração – ou “saltos”, na concepção que dá nome ao programa, com os seguintes temas: 1) Foco no autodesenvolvimento do MEI como empreendedor; 2) Foco no negócio (validação do mercado, modelagem de negócio) e 3) Foco no crescimento (desenvolvimento de planejamento estratégico e metas).


Impacto positivo local, nacional e global


Tubarão tem 5.805 MEIs registrados em 2019, segundo dados da Receita Federal. Ou seja, ainda há um grande público na cidade apto a participar de novas edições do Acelera MRI. Para 2020, a organização do programa está aberta a renovações de parcerias e a receber novos municípios interessadas em desenvolver microempreendedores locais. O objetivo é impactar um número ainda maior de MEIs em Santa Catarina e, futuramente, expandir para outras regiões do Brasil. Mais informações e contato pelo site www.saltoaceleradora.com ou pelo email programas.floripa@impacthub.com.br.


Já de acordo com o Sebrae/SC, existem mais de 400 mil microempreendedores individuais em Santa Catarina, o que representa quase a metade do total de empresas do Estado. Estabelecida em 2008 pelo governo federal, esta figura jurídica do MEI foi criada para formalizar quem trabalha por conta própria e já foi adotada por mais de oito milhões de pessoas no país.


O maior desafio daqueles que se tornam microempreendedores individuais, como qualquer empresa de outros portes, é manter-se competitivo no mercado, crescer e gerar renda. Ainda que Santa Catarina seja o estado com o menor índice de inadimplência (cerca de 30%) entre os MEIs do país, são poucos os microempreendedores que evoluem ao ponto de se tornar microempresa, ou seja, que superam o limite anual de faturamento de R$ 80 mil por ano – ou um pouco mais de R$ 6 mil por mês. Na verdade, o dado nacional em relação a isso é alarmante: a cada mil MEIs registrados, somente 2 (0,2%) viraram microempresa de um ano para o outro, segundo a Receita Federal e o Portal do Empreendedor.


Apesar do Salto ter um olhar voltado ao desenvolvimento socioeconômico local, seu alinhamento é global e traz benefícios mais amplos. Está estruturado em alguns dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU - ODSs, uma agenda mundial com 17 metas globais para o alcance de um desenvolvimento mais justo e sustentável. O programa tem como base as seguintes ODSs: 8) Trabalho decente e crescimento econômico; 10) Redução das Desigualdades; 17) Parcerias e meios de implementação.


“Acreditamos que, ao atuarmos junto aos pequenos empreendedores, daremos um salto rumo a um mundo justo e sustentável, onde os negócios e o lucro são usados a serviço das pessoas e do planeta”, declarou Maíra Rodrigues.


Sobre Impact Hub Floripa


O Impact Hub é uma rede global de apoio a empreendedores que querem impactar o mundo positivamente. Esse apoio se dá através de: espaços de trabalho compartilhados, onde esses empreendedores de encontram, trabalham, geram novos negócios e se conectam; de eventos inspiradores que geram conteúdos relevantes e promovem o networking; e de programas inovadores que buscam educar e acelerar negócios e pessoas, potencializando o desenvolvimento socioeconômico. São mais de 17 mil membros no mundo e aproximadamente 1 mil localmente. Na Grande Florianópolis existem quatro unidades, no Norte, no Sul da Ilha e centro, na capital catarinense, e na Pedra Branca, em Palhoça.


Colaboração: Janaina Gomes e Arianne Kern


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia