sexta, 04 de dezembro de 2020
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Tubarão
25 ºC 20 ºC
Geral
27/10/2020 08h12

Protetores emitem nota de repúdio contra caso de 13 cães mortos a pauladas em Tubarão

Um inquérito policial vai apurar a morte dos cães e a descoberta de mais de 80 galos aprisionados em cativeiro. Oito cães sobreviventes foram resgatados

Um caso de maus-tratos a animais trouxe indignação aos moradores de Tubarão nesta segunda-feira, 26. Uma moradora do bairro Campestre denunciou que 13 cães foram mortos aparentemente a pauladas. Trata-se de 12 filhotes e a mãe. Eles foram encontrados pela polícia no terreno da associação da prefeitura, no bairro Campestre.  

No local também encontraram mais de 80 galos aprisionados em cativeiro, que seriam utilizados para rinhas. O suspeito não foi localizado até o momento.

Em razão do grande número de aves no local, a Polícia Militar acionou a Polícia Militar Ambiental de Laguna e a Delegacia de Delitos de Trânsito e Divisão de Crimes Ambientais (DTCA).

Os animais mortos foram levados pela Unidade de Vigilância de Zoonoses. Oito sobreviventes – uma cadela e sete filhotes – foram resgatados.

Os galos foram entregues à equipe da Cidasc. Um inquérito policial será instaurado na Delegacia de Crimes Ambientais para apurar os motivos do crime.

Segundo informações, a Polícia Militar foi acionada pela mulher do suspeito, após ela encontrar os animais mortos. Ela resgata cães de rua abandonados e cuidava deles no espaço.

A mulher também confessou que o marido tinha uma rinha em casa, além de manter os mais de 80 galos presos. De acordo com a PM, os galos estavam muito machucados sem água e comida, e em uma outra parte do terreno, também foram encontrados um pequeno porco e um cavalo em estado precário.

PUBLICIDADE
Diante dos fatos, o grupo de voluntários Coletivo Proteção Animal de Tubarão emitiu uma nota de repúdio contra o crime.


NOTA DE REPÚDIO

O Coletivo Proteção Animal vem manifestar o seu repúdio em decorrência da atitude nefasta praticada por um cidadão de nossa cidade onde o mesmo matou cruelmente uma cadela e treze (13) filhotes e deixando uma outra ferida.

Ocorre que tal atitude é crime previsto na Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, assim o COLETIVO DE PROTEÇÃO ANIMAL vem se juntar a dezenas de voluntários e protetoras que nesse momento busca junto as autoridades a aplicação da lei.

Estamos atentos e vigilantes para que se cumpra a lei contra os maus tratos de animais na cidade assim como outras questões e atitudes desta natureza que infringe a lei.

Tubarão, 26 de outubro de 2020.

Coletivo de Proteção Animal


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia