sábado, 07 de dezembro de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Segurança
25/11/2019 21h46

Pelo País: Câmeras de segurança flagram homem suspeito de estuprar afilhada de 9 anos em elevador de shopping

O crime foi flagrado pelos seguranças do estabelecimento por meio de imagens das câmeras do circuito interno.
Pelo País: Câmeras de segurança flagram homem suspeito de estuprar afilhada de 9 anos em elevador de shopping
O padrinho de uma garota de 9 anos foi preso, nesse domingo (24), em Uberaba, no Triângulo Mineiro, suspeito de estuprá-la dentro do elevador de um shopping. O crime foi flagrado pelos seguranças do estabelecimento por meio de imagens das câmeras do circuito interno. Foram eles quem acionaram a polícia.


O homem de 58 anos, foi detido após os militares o encontrarem por meio da placa do carro dele. Ao ser preso, ele contou que tinha ido ao centro de compras pois iria presentear a afilhada com um caderno. A menina, ao ser abordada, contou que o padrinho tinha beijado-a a força dentro do elevador e passado a mão debaixo da saia do seu vestido, o que bateu com o relato dos seguranças do shopping.

PUBLICIDADE
A menina contou também que esta não era a primeira vez que havia sido abusada pelo homem e que os crimes vinham acontecendo há cerca de 15 dias quando a mãe dela passou a permitir que ela visitasse o padrinho. Segundo a Polícia Militar (PM), ela não denunciou o suspeito à mãe pois tinha medo.



No batalhão da PM o padrinho não quis comentar os abusos nem as imagens que comprovam os crimes. Ele foi levado para a Delegacia de Plantão, junto com a vítima. As investigações ficarão com a Delegacia de Menores da cidade, que assumiu o caso nesta segunda (25). O suspeito já foi ouvido, mas a assessoria de imprensa da corporação não deu detalhes de andamento do processo.



A mãe da menina disse à polícia que não suspeitava do padrinho da filha, e que por isso tinha a liberdade de deixá-la ir à casa dele. Contudo, a menina contou que pelo menos outras duas vezes havia sido abusada na casa do padrinho. Em uma das vezes, o suspeito teria passado a mão na vulva da pequena enquanto ela nadava na piscina. Noutra, o estupro teria acontecido na sala da casa dele. 



Para tentar descobrir se o suspeito já fez outras vítimas ou se há um histórico de agressões, a Polícia Civil apreendeu o celular dele. A menina ainda passou por exames de corpo de delito no Hospital da Criança de Uberaba, que confirmou o crime cometido no elevador do shopping.




Fonte: Hoje em Dia.


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia